Reserva do Itamaracá

Locação – Cuidados na hora de locar

Para quem acabou de sair da casa dos pais, para aqueles que ainda acham que não está no momento de comprar um imóvel ou para aquele casal que está construindo a casa dos sonhos, morar de aluguel é uma realidade e buscar pelo imóvel ideal, pode não ser uma tarefa tão simples!

Se você nunca alugou um imóvel antes, é natural que surjam dúvidas e receios na hora de assinar os papéis. Por isso, estar atento com quem está fazendo o negócio, é fundamental para evitar dores de cabeça. O recomendado é que você alugue o imóvel junto à uma imobiliária, tomar essa decisão poderá fazer com que você tenha um suporte eficiente sempre que precisar.

É importante que seja feita uma pesquisa antes de finalizar a locação. A pesquisa vai além da localização, regras do condomínio e valores, por exemplo, converse abertamente com seu consultor de locação para ver as melhores opções do mercado para você.

Depois que decidir qual seu imóvel preferido, existem outros pontos que precisam ser avaliados. Da mesma forma que você precisa fechar o negócio com algumas garantias, a imobiliária e o dono do imóvel também têm esse direito, portanto será exigida alguma garantia, entre elas estão as mais comuns: fiador, seguro fiança, caução, titulo de capitalização, etc… Seja qual for a maneira que sua imobiliária trabalhe, tudo deve estar claramente descrito em contrato.

As condições do imóvel precisam ser avaliadas. É importante estar ciente que a Lei do Inquilinato existe. É dever do proprietário que o imóvel esteja em condições de habitabilidade. Vale frisar que na desocupação o inquilino deve deixar o imóvel em condições de como foi recebido, de acordo com Laudo de vistoria.

Para garantir que o imóvel não esteja apresentando os problemas, certamente acontecerá uma vistoria documentada antes da sua mudança. É nela que um representante do imóvel e o inquilino analisam se está tudo em ordem. Se acontecer de ignorarem essa vistoria, desconfie da forma como estão lidando com o seu contrato.

Falando em contrato, é importante que as duas partes leiam e aceitem todos os pontos da minuta. Caso as dúvidas surjam, é indicado que você peça esclarecimentos ao intermediador do contrato, para que não assine cláusulas abusivas. Estejam atentas as condições contratuais como valores, data de entrada, tempo do contrato, garantia, multas e etc.

É muito importante que você saiba sobre esses cuidados. Entre em contato conosco, ao conversar com nossos especialistas em imóveis, você pode tirar suas dúvidas diretamente com eles.